Conheça a história da MPB

 

Nós já comentamos aqui no blog que a MPB tem forte influência na vida de Artur Roman por causa de sua família. Seu pai passou uma estadia no Rio de Janeiro, na década de 70, onde teve contato com o começo da Bossa Nova: “Nessa época tocou violão em uma banda de choro chamada Nó em Pingo D’agua. Os músicos desta banda atualmente acompanham Paulinho da Viola.”.

Quando Artur Roman era criança, seu pai tocava violão e sua mãe o acompanhava cantando os mais variados clássicos da MPB como Chico Buarque, João Gilberto, Tom Jobim, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Cartola, entre outros grandes nomes da música brasileira. Esse estilo sempre foi grande influência na carreira de Artur Roman, por isso hoje viemos contar um pouco mais sobre a história da MPB. Confira!

A MPB é uma sigla para “Música Popular Brasileira”, e surgiu na década de 60, principalmente no Rio de Janeiro. A MPB veio da mistura da Bossa Nova, que possuía uma vertente mais sofisticada, com a música de raiz brasileira, que possuía um forte engajamento sócio-político.

A partir do golpe militar de 64, a MPB se tornou uma forte fonte de protesto contra a censura da ditadura, produzindo músicas icônicas que são relembradas até os dias de hoje.

Uma das primeiras canções que simbolizaram o movimento foi “Arrastão”, uma música de Edu Lobo e Vinícius de Moraes, que em 1965 foi interpretada por Elis Regina venceu o 1º Festival de Música Popular da TV Excelsior. Um grande cantor da MPB, Chico Buarque, tem uma de suas músicas como um grande marco da ruptura entre a Bossa Nova e a MPB, o clássico “A Banda”. Com a intensificação da censura, surgiram diversas músicas com cunho de protesto como “Cálice”, de Chico Buarque, “Como nossos pais”, de Elis Regina e “É proibido proibir”, de Caetano Veloso. Para driblar os órgãos responsáveis por censurar as letras que iam contra o regime político da época, os autores utilizavam de metáforas e duplos sentidos para passar sua mensagem à população.

Do movimento da MPB, posteriormente, ainda surgiu a Tropicália, um movimento cultural brasileiro do final da década de 60 que influenciou não apenas a música, mas também o cinema e o teatro.

Quais são os instrumentos da MPB

Os instrumentos típicos da MPB são o violão, o atabaque, o pandeiro e a guitarra. Alguns artistas ainda utilizam outros instrumentos de percussão para deixar a música com uma pegada mais forte e marcada.

Após a criação da banda “Sabonetes”, que Artur Roman começou a resgatar suas antigas raízes da bossa nova: “Foi nesta época que voltei a me interessar pela música brasileira que escutava com meus pais quando criança. Com alguns colegas de faculdade, montamos o Bossa Nossa, um grupo que se reunia periodicamente para ouvir, falar sobre e tocar clássicos da bossa nova e do samba de raiz. Cartola, João Gilberto, Vinicius de Moraes, Noel Rosa e por aí vai.”

 

Quais são seus clássicos favoritos da MPB? Conta pra gente!

 

Aproveite e acompanhe Artur Roman em suas redes sociais!

  • Site: http://arturroman.com.br/
  • Blog: http://arturroman.com.br/category/blog/
  • Facebook: https://www.facebook.com/arturromanartur
  • Instagram: https://www.instagram.com/arturroman/

Newsletter

Copyright © 2018 - ARTUR ROMAN - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvimento: RS DEZOITO